quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Lewis y Bonhoeffer como modelos de vida universitaria

Lewis y Bonhoeffer como modelos de vida universitaria

Clique no linka abaixo para acessar a matéria:
http://cienciasdareligiaoreformacional.blogspot.com/2011/08/lewis-y-bonhoeffer-como-modelos-de-vida.html


Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com/

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação

e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.

http://educacaoeculturareformada.blogspot.com/

terça-feira, 30 de agosto de 2011

O atual CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA não tem mais respeito e tem perdido a cada dia a credibilidade de entidade séria e científica para se tornar um antro de doutrinação ideológica homossexualizante! Precisamos de um novo conselho: Conselho Brasileiro de Psicologia

Marisa Lobo questiona Conselho Federal de Psicologia sobre passeata


A psicologa cristã, Marisa Lobo, enviou ao gabinete do deputado federal Marco Feliciano uma carta onde questiona a passeata realizada pelo Conselho Federal de Psicologia em apoio ao kit gay.
O deputado prometeu ocupar a Tribuna e questionar o conselho sobre a manifestação. Confira a carta enviada na íntegra:
V. Ex.ª. Deputado Federal Marco Feliciano

Venho através de o presente solicitar ao deputado que intervenha de alguma forma neste assunto abaixo explanado
Conselho federal de psicologia faz passeata em Brasília, com as cores do arco Iris, de forma pessoal Induzindo a população e profissionais a se posicionarem a favor de um kit gay, e questionando o governo sobre a suspensão.

Muitos psicólogos de todo Brasil, me procuraram este mês de agosto, para questionar a posição do conselho federal de psicologia que deu destaque de capa ao seu jornal mensal do mês de julho, para uma passeata da qual o participou como militante, questionando a suspensão pelo governo do kit gay, nas escolas e apoiando este kit com a seguinte frase o conselho de psicologia apóia o projeto escola sem homofobia, questionando, o governo deixando claro,, que está de forma pessoal nesta campanha, pois negligência o bem estar psicológico de crianças que ainda estão em formação, não podendo de forma algumas ser estimuladas precocemente, em sua sexualidade seja para que propósito for .

Psicólogos de todos os conselhos regionais estão questionando a posição do conselho federal, por não terem sidos consultados, já que as grandes maiorias dos profissionais não concordam com o conteúdo deste (kit-gay- agora chamado por eles de projeto escola sem homofobia,) por acreditar ser este material, muito sexualizado, inapropriado, expondo assim crianças a uma sexualidade exacerbada, induzindo crianças a uma sexualidade precoce, podendo gerar conflitos futuros emocionais e até mesmo com sua identidade sexual, pervertendo sua libido original, o que é comprovado pela mesma psicologia, que a promove.

O conselho federal de psicologia agiu de má fé, pois trata o assunto de forma parcial, com abuso de poder de forma arbitrária, quando toma uma decisão tão séria , sem consultar a grande maioria dos psicólogos que não concordam com o pré-conceito, com a homofobia, porém não concordam igualmente, com o conteúdo, da campanha além de ir contra as diretrizes e código de ética do próprio conselho que diz

? ?Estimular reflexões que considerem a profissão como um todo e não em suas práticas particulares, uma vez que os principais dilemas éticos não se restringem a práticas específicas e surgem em quaisquer contextos de atuação?.


O conselho federal desrespeitou as diretrizes, e o código quando, se envolveu de formal pessoal nesta causa, sem se preocupar em fazer valer as suas próprias diretrizes. já que não expressa a opinião da maioria dos profissionais.

O que os psicólogos questionam, é que esta suspensão do kit gay, foi providencial, pois a forma como foi feita, e o conteúdo, não previne homofobia e sim incentiva, comportamentos sexuais, desperta para o sexo, tornando a sexualidade do ser humano resumida em uma pratica de sexo para obtenção de prazer apenas sexual. Além de deixar a criança confusa, podendo ainda induzir a violência, já que o conteúdo contem cenas impróprias, constrangedoras para uma criança, e mexe com valores, estabelecidos no seio familiar de alguns, portanto sendo conflitante, e não podemos de forma alguma, para lutar com um determinado tipo de violência gerar outra a emocional, por exemplo, a ansiedade, de não dar conta do que se está aprendendo, sendo induzindo a convicções sexuais, por exemplo, como condena o conselho de ética que regulamenta a classe.

O código de ética do psicólogo diz no seu Art. 2º - Ao psicólogo é vedado:
b. Induzir a convicções políticas, filosóficas, morais, ideológicas, religiosas, de orientação sexual ou a qualquer tipo de preconceito, quando do exercício de suas funções profissionais

O Conselho federal de psicologia cobra, essa posição de todos os seus profissionais e abusou de forma truculenta, sem ética alguma, com este jornal, como essa passeata, está induzindo convicções políticas, morais, e de orientação sexual, ao psicólogo que não concorda, com determinadas posições sofre o risco de ser punido pelo conselho podendo até ser casado, e ao conselho federal que vai investigar essa ação tão antiética, qual a punição e quem dará a esse conselho?


Pois como estão tratando a questão do homossexualismo, daqui a pouco vamos nós que temos nossa sexualidade em equilíbrio biológico de genro achar que somos nós os errados.


Uma coisa é aceitar a pessoa como ele é outra coisa é eu ser obrigado a ser como ele, para não me taxarem de homo fóbico. Se começarmos ficar refém dessas atitudes desrespeitosa com receio de perdermos voto, vamos transformar nosso país em um BRASIL amoral, sem lei, sem regras sem princípios e sem ética. Tudo em nome de um prazer seja ele qual for isso é muito sério.


O conselho de psicologia não pode, nem deve se envolver como uma instituição nesta causa de forma tão pessoal, isso não é democracia, isso é arbitrariedade, é ir contra a te mesmo com a liberdade de expressão tão apregoada por alguns grupos .

Atenciosamente
PSICÓLOGA MARISA LOBO
CRP 08/07512 ?CURITIBA- PARANÁ
 
 
Marisa Lobo - psicóloga e pós graduada em saúde mental, com especialidade em dependência química e transtornos psicológicos e bacharel em teologia. Também é organizadora da EXPOCRISTO e coordenadora Geral da campanha "Maconha Não".
 
 
 
 
 
 
Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com/

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação
e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.

http://educacaoeculturareformada.blogspot.com/

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Por quê aumenta o envolvimento de psicólogos, pedagogos, professores universitários, médicos, advogados, juristas, promotores, membros das entidades de "direitos humanos", esquerdistas e socialistas na defesa intelectual, teórica e "científica" da PEDOFILIA?

Por quê aumenta o envolvimento de psicólogos, pedagogos, professores universitários, médicos, advogados, juristas, promotores, membros das entidades de "direitos humanos", esquerdistas e socialistas na defesa intelectual, teórica e "científica" da PEDOFILIA?

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://pedofilianauniversidade.blogspot.com/2011/08/por-que-aumenta-o-envolvimento-de.html

domingo, 21 de agosto de 2011

Lançamento do livro: Uma nova visão - O aconselhamento e a condição humana através das lentes da Escritura

Lançamento do livro: Uma nova visão - O aconselhamento e a condição humana através das lentes da Escritura

A Chancelaria da Universidade PResbiteriana Mackenzie lançará o livro do autor DAvid Powlison.

Data: 31/08/2011
Horário: 18:00
Local: Centro Histórico Mackenzie - Rua Itambé, 35 - Higienópolis - São Paulo
Setor: Chancelaria
Contato: (11) 2114-8718


Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com

e

http://jornalsaopaulopresbiteriano.blogspot.com

e

http://psicologiareformacional.blogspot.com

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

A desonestidade científica de Ulisses Capozzoli: 171 epistêmico sobre o status de teorias científicas no contexto de justificação teórica

A desonestidade científica de Ulisses Capozzoli: 171 epistêmico sobre o status de teorias científicas no contexto de justificação teórica

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://biologiareformacional.blogspot.com/2011/08/desonestidade-cientifica-de-ulisses.html



Divulgação:

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.
http://educacaoeculturareformada.blogspot.com/

Conferência acadêmica busca normalizar pedofilia

Conferência acadêmica busca normalizar pedofilia

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
Divulgação:

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.

http://educacaoeculturareformada.blogspot.com/

Senado francês repele “casamento” homossexual

Senado francês repele “casamento” homossexual

Deputado Christian Vanneste
O Senado da França rejeitou definitivamente o projeto do Partido Socialista que visava a aprovar o “casamento” homossexual. Para a mídia, a votação mostrou que “os valores tradicionais vigoram em muitas partes da França”. A Corte Constitucional havia definido que as leis que impedem o “casamento” homossexual não violam a Constituição e que só o parlamento poderia estabelecer esse “casamento”. Diferentemente dos magistrados, os deputados dependem do voto popular para conservar seus cargos e não duvidaram em rejeitar o projeto. O deputado Christian Vanneste qualificou dita união de “aberração antropológica”, enquanto a deputada Brigitte Bareges perguntou com ironia: “Por que não se propõe também casamento com animais, ou a poligamia?”

Fonte: Revista Catolicismo_Agosto 2011
Fonte via: IPCO
Divulgação:

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Associação Americana de Psicologia apoia “casamento” de mesmo sexo em votação de 157 a 0

WASHINGTON, D.C., EUA, 8 de agosto de 2011 (Notícias Pró-Família) — A Associação Americana de Psicologia (AAP) reafirmou seu apoio ao “casamento” de mesmo sexo pelo oitavo ano consecutivo, desta vez com uma declaração com uma linguagem mais forte.
Na véspera da convenção anual deste ano, o órgão da associação que elabora políticas apoiou o “casamento” de mesmo sexo unanimemente numa votação de 157 a 0.
A AAP vem apoiando “casamento” para duplas homossexuais desde 2004, e benefícios semelhantes ao casamento desde 1997, e agora se considera “uma forte defensora de plenos direitos iguais para indivíduos LGBT por aproximadamente 35 anos”.
A resolução deste ano é a primeira expressão da posição da associação desde 2004, e inclui apoio mais forte ao “casamento” de mesmo sexo através da afirmação da possibilidade de relacionamentos gays de longo prazo e da crítica ao estresse que as campanhas a favor do casamento tradicional causam aos gays.
Certa autoridade da AAP indicou que a recente propagação do “casamento” gay nos Estados Unidos, de forma especial em Nova Iorque, tornou mais ousado o apoio público da associação para a normalização do “casamento” de mesmo sexo.
“Agora, à medida que o país realmente começou a experimentar o casamento gay, nossa posição é muito mais clara e mais direta — que a igualdade de casamento é a política que o país deveria estar avançando”, diz Clinton Anderson, diretor da Secretaria de Preocupações Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneras da AAP.
A declaração de postura oficial agora afirma que “muitos homens gays e lésbicas, como seus semelhantes heterossexuais, desejam formar relacionamentos íntimos estáveis, duradouros e fiéis e têm êxito nesse propósito”, e que campanhas para defender o casamento tradicional são “uma fonte significativa de estresse” para os homossexuais.
A homossexualidade foi desclassificada como desordem mental em 1973 no Manual Diagnóstico e Estatístico de Desordens Mentais (MDEDM), o critério padrão para a classificação de doença mental, depois de anos de pressões políticas e legais por parte de grupos gays.
O Dr. Robert Spitzer, que foi o encarregado da mudança do MDEDM, reverteu sua posição sobre terapia para homossexuais aproximadamente 30 anos depois para apoiar a terapia de reorientação sexual com base em sua própria pesquisa.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos relacionados no Blog Julio Severo:

Divulgação: ICER - INSTITUTO DE CULTURA E EDUCAÇÃO REFORMADA