quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

LAMENTO POR UM FILHO - por Nicholas Wolterstorff

Lamento...lamentos... quem não os tem? Eles podem ter nome de Eric, de André, de Gustavo...ou podem ser inomináveis! Mas estão sempre presentes nas nossas frágeis histórias de vida. É preciso coragem para identificá-los, pranteá-los de diferentes formas, reparti-los com aqueles de alma sensível, submetê-los a Deus, para continuar a caminhada.

Por isso mesmo, o lamento de um sempre encontra eco na experiência de outros. Quando o Prof. Nicholas e sua esposa exprimiram de forma tão pungente a dor pela perda do filho, tornaram-se vetores dos sentimentos vividos por muitos de nós. São eles pessoas privilegiadas, capazes de dar voz àqueles em situação semelhante. Ao ler o texto parece inevitável a exclamação: “É isso que eu gostaria de dizer!”. Foi (está sendo) assim conosco e temos certeza de que o será com os leitores tocados por idêntica perda.

O livro chegou-me como um gesto de consolo, trazido pelo Rev. Dr. J. Harold Hellens. Fez-me tanto bem que logo o passei às mãos do meu irmão de alma (e de sofrimento) Joel Tibúrcio de Souza, que fez a tradução para o português. Agora muitos têm acesso a esse benefício, através da iniciativa de publicá-lo.

O autor é um jovem intelectual e filósofo, ainda desconhecido entre nós. Mas agora começamos a conhecê-lo pelo caminho do coração. Ele deixa que os sentimentos de pai ferido transbordem expontâneos, de uma forma expressiva e poética. Não teoriza sobre o sofrimento e a morte, mas tudo (ou quase tudo) que assoma à mente e ao espírito em momentos que tais, recebe sua consideração. Alguém disse que ele pergunta como Jó o fez, encarando com honestidade as questões mais profundas da experiência humana. O resultado é uma obra de arte.

Seu referencial não poderia ser outro senão a mais genuína espiritualidade cristã. Os textos bíblicos aparecem de forma inovadora e ganham significado especial porque atualizados num momento vital especialmente fértil. Assim, cada página transforma-se num salmo em que cabem expressões de tremenda humanidade, ao lado de manifestação da mais profunda fé. Não há uma divisão em capítulos ou tópicos e sim um encadeamento de experiências e emoções, narradas com sutileza, em textos curtos que podem ser lidos em sequência ou isoladamente. Ao final do livro encontramos algo inovador para o nosso cristianismo tão carente de manifestações estéticas: um réquiem, expressão de tristeza e renovação da esperança.

Lamento...a vida não deveria ser assim! Não nos acomodamos diante da enormidade do estrago que a morte traz. Não será sempre assim! A nossa alma exulta na certeza da fé no Cristo ressurreto!

NICHOLAS WOLTERSTORFF - Lamento por um Filho - Editora Ultimato - 112 páginas, 1997 -Caixa Postal 43 - (36570-000) Viçosa, MG. - Fone (031) 891- 3149 - Fax (031) 891-1557

Fonte: www.cppc.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário